Publicado em 2/17/2022 9:18:45 AM

Mapeamento da área e cadastro das famílias da Vila 29 de Outubro serão atualizados

Cohab vai mapear a área e atualizar cadastro das famílias da Vila 29 de Outubro

 Mais um importante passo será dado para a sequência do Projeto de Gestão de Risco Climático (PGRC) Bairro Novo do Caximba. No início desta semana drones sobrevoaram a Vila 29 de Outubro para execução de fotografias topográficas que auxiliarão no mapeamento da ocupação – agendado para iniciar no dia 28 de fevereiro.

Técnicos da Cohab e do Escritório Local (ELO) vão percorrer a vila de casa em casa para atualizar o cadastro socioeconômico das famílias que vivem na ocupação. O Bairro Novo do Caximba vai atender 1.147 famílias com a construção de novas casas e outras 546 com regularização fundiária e obras de infraestrutura.

“É o maior projeto socioambiental em execução no país. As dificuldades enfrentadas por esta população sofrida vão ficar no passado. Vamos transformar a realidade da comunidade com moradia digna, urbanização, geração de empregos, tudo com respeito pelo meio ambiente”, destaca o prefeito Rafael Greca.

Intervenção física

Também em fevereiro, a Prefeitura de Curitiba vai lançar o edital de licitação para a construção das primeiras 752 unidades habitacionais. Após anos de trabalho na concepção do projeto, captação de recursos, consultas públicas e reuniões com os moradores beneficiários, a contratação de empresa para a execução das primeiras intervenções físicas representa um marco no projeto.

O Bairro Novo do Caximba conta com € 47,6 milhões (euros) em investimentos, dos quais € 38,1 milhões da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e € 9,5 milhões em contrapartidas do município. Após aprovação no Senado Federal, o contrato entre Prefeitura e AFD foi formalizado em julho de 2020.

Além da transferência das famílias dos locais impróprios para habitação, as ações preveem a implantação de um dique para contenção de cheias, urbanização da faixa edificável, adequação viária, de saneamento e de abastecimento de água e energia elétrica na área consolidada e a construção de um parque linear.

 

Mapeamento

A partir do dia 28 de fevereiro, arquitetas, assistentes sociais e técnicos ambientais vão percorrer todas as ruas da Vila 29 de Outubro com base na fotografia topográfica realizada com drones de última geração e aplicarão um questionário socioeconômico com os moradores.

“Utilizamos tecnologia de ponta para possibilitar um trabalho mais eficiente de nossas equipes junto à comunidade. Curitiba mais uma vez mostra sua característica de smart city”, afirma o presidente da Cohab, José Lupion Neto.

Para estabelecer uma comunicação direta com os moradores e avisar da presença dos drones e da realização do mapeamento, a Prefeitura utilizou carros de som que percorreram todas as ruas do perímetro atendido pelo projeto.

Após a atualização do mapeamento da área e do cadastramento dos moradores, os beneficiados serão chamados para reuniões informativas a respeito das etapas do projeto.

Comissão

Assegurar a participação popular em todas as etapas da intervenção sempre foi um dos pilares do projeto, desde a sua concepção. A partir de 2018 foram realizadas mais de 20 reuniões e consultas públicas com a presença de representantes do Ministério Público, além de plantões sociais semanais.

Visando dar continuidade a esta política, será formada uma Comissão de Representantes (CRE) eleita pelos próprios moradores. O objetivo é garantir representatividade para todos os diferentes grupos que compõem a população da vila 29 de Outubro.

A comissão escolhida por meio de votação vai acompanhar de perto todas as etapas e ações relacionadas ao projeto, com a missão de repassar as informações para o restante da comunidade.

« voltar
 

Rua Barão do Rio Branco, 45 - Centro - Curitiba - PR | CEP: 80010-180 | Fone: 0800-041-3233 - (41) 3221-8100

Desenvolvido por GPA'prospera